Desenho Realista Simples com Caneta Bic (Parte 2)

Na semana passada, eu comecei a falar sobre o desenho realista com a caneta Bic, onde expliquei os motivos que dificultam o início do trabalho e sugeri um exercício introdutório (aqui: Desenho Realista Simples com Caneta Bic (Parte 1)). E hoje, é dia do passo a passo!!

Eu adoro a imagem dos felinos selvagens.  Os traços, as cores, as formas, a elegância… Pra mim  são superiores! Então, repetindo o que fiz em outros posts, como referência para o desenho realista com a Bic, peguei uma foto de um leão:

07011703

fonte: http://www.chapteron.com.br/vida-animal/selvagem/leao-branco-raro-e-magnifico/

Agora, o passo a passo do desenho.

Primeiro faço traços simples e bem levinhos, quase apagados, dos elementos externos, aqui no caso, o contorno do rosto e a juba. Depois, também com traços leves, acrescento o desenho das orelhas, o focinho e a boca. Note que são simples: o desenho do rosto não tem de ser a perfeição absoluta de início. E se você sente que ainda não está com firmeza quando for fazer seu desenho, trace com lápis primeiro, e depois passe a caneta por cima levemente.

07011704

É o momento de iniciar as sombras, os tons médios e a luz. Dá pra começar tanto pela sombra bem escura, quanto pelos tons mais claros. Eu gosto de começar pressionando, e depois ir soltando a mão, diminuindo a pressão conforme o desenvolvimento da arte. E aqui, neste caso, por se tratar de um leão albino, há muitas áreas brancas, que não terão preenchimentos. Então, acho mais fácil começar por onde há tons de fato. As sombras aqui, encontramos nos olhos, no focinho e na boca do leão. São poucas, mas esse pouco que há, podem ser bem pressionados.

07011705

Hora dos tons médios. As orelhas do leão e alguns pontos da juba tem uma tonalidade de 60 a 80%. O ideal seria agora ir para essas partes. Mas, eu acabei me esquecendo, eu fui para as sombras mais claras hahhaahah. Não tem problema se isso acontece; a ordem aqui é só para o desenhista não se perder no desenvolvimento da arte. Haveria algum problema se os tons estivem se mesclando, mas neste caso, as sombras claras e as escuras estão em pontos diferentes. Não há regras de fato, há direções e adaptações para as melhores condições de se trabalhar.

O centro do rosto de leão, apesar de todo branco, tem umas áreas sombreadas e outras bem iluminadas. Os meios-tons aqui serão as áreas sombreadas. Note que as sombras são claras. Então, a pressão da caneta sobre o papel é leve, cerca de 20, 30% de cor. O traçado deve respeitar o desenho dos pelos do animal. Então, o traço não pode ser reto: tem de ser levemente curvado, começando um pouco mais pressionado e terminando mais solto, como vírgulas bem abertas, e respeitando a tonalidade de 20,30%.

07011706

A juba também necessita de meios tons. Os traços aqui, por se tratar de pelos maiores, são um pouco mais alongados. Mas, do mesmo modo, o traçado deve seguir a natureza da pelugem do leão. Aqui as “vírgulas” deve ficar mais esticadas.

07011707

As sombras de 60 a 80% de cor estão ali localizadas nas orelhas do leão e em alguns pontos da juba. E aí, mesma, coisa, traços respeitando a natureza da pelugem, com linhas suaves, e agora mais escuras. Os locais onde há muitos pelos em direções diferentes, com fundo escuro, são onde se exige maior paciência. Eu faço pelinho por pelinho mesmo. É um ótimo exercício de concentração e refinamento do espírito.

07011708

Ali nas orelhas, uma opção pra facilitar o desenho dos pelos é traçá-los com um boleador (ou uma caneta sem tinta).  Assim, o papel recebe a marcação deles (uma depressão, relevo negativo). Depois, é só passar a caneta por cima, pintando mesmo a área, mas não com uma pressão de 100%. Assim, as áreas traçadas pelo boleador, por estrem mais afundadas, não recebem a cor, ficando brancas, e só o fundo é preenchido.

E agora, é só verificar se ainda falta algum tracinho ou sombra que ficaram pra trás. Olho de novo o desenho e a foto de referência para isso. Depois de tudo verificado, pronto! Um desenho realista simples!

07011709

Eu fiz num caderninho 10x15cm, na sala de espera do dentista. Dá pra fazer em meia hora, uma hora. Mas isso vai de cada pessoa. Dá pra fazer também em 10 minutos ou 2h, dependendo da energia de quem está desenhado.

Gostaram? Até a próxima semana!! ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *