Desenhando Expressões Faciais & Pequenos Detalhes (Parte 2)

Hoje veremos mais tipos de expressões e seus pequenos detalhes.

Olha só essa imagem:

Os três rostos têm a boca voltada para baixo. Essa boca para baixo, porém, é um pouco alongada para baixo: transmite uma tristeza voltada para um desapontamento. No primeiro rosto, vemos claramente uma tristeza / desapontamento. Mas, repare que não é uma tristeza absoluta: é uma tristeza “querendo entender o que está acontecendo”, com dúvida. Por quê? As sobrancelhas se arquearam para fora, se distanciando um pouquinho dos olhos. É o sinal do espanto. Em todas as figuras eu mantive o desenho dos olhos como padrão, mas nesse caso, o fato de estarem bem abertos, reforça mais uma ideia de uma expressão de espanto . Além disso, as sobrancelhas são finas, que podem indicar uma delicadeza, insegurança ou força/energia/coragem diminuídos, dependendo das outras partes do rosto. Assim, podemos interpretar essa expressão como: “Estou desapontado com alguma coisa, querendo entender e o que e porquê aconteceu”.

O segundo rosto já mostra uma expressão mais enérgica: a raiva, ou excesso de foco, pois as sobrancelhas estão arqueadas para dentro. Mas seria uma simples raiva? No geral sim. Porém, o que transmite um par de sobrancelhas finas e curtas? Sobrancelhas finas demonstram delicadeza, insegurança ou menor nível de energia em algum aspecto da vida, e, quando são curtas, descrevem ações e decisões rápidas, sem enrolação. E elas ainda estão próximas dos olhos, dando também a ideia de foco,  garra. Então podemos interpretar essa expressão assim: “Estou desapontado com algo, e vou resolver, pois eu posso e eu consigo. Mas primeiro vou analisar”. Uma raiva ou excesso de foco + delicadeza ou insegurança; um sentimento forte mas que ainda está por dentro, a pessoa ainda “não quer expor o caso”.

O terceiro caso traz uma expressão parecida com o segundo, porém, repare nas sobrancelhas. Estão mais grossas e em posicionamentos diferentes. Sobrancelhas mais grossas transmitem energia, força, ação. E esse posicionamento diferente está assim: um lado aberto e espantoso  (sobrancelha alta) e o outro focado (sobrancelha baixa). Essas duas ideias juntas podem nos dar a ideia de análise ou dúvida, pois a pessoa quer muito entender o que está acontecendo, e está organizando as ideias na mente ou falando sobre elas com alguém. Então a gente pode ler essa expressão assim: “Estou desapontado com algo, e estou analisando e questionando a tudo e a todos. Vou resolver, porque eu posso e eu consigo, mas por enquanto, meu foco é o questionando”.  A ação no caso está mais no questionamento, interrogar pessoas e averiguar fatos no que no agir físico.

Gostou da análise? Deixe sua opinião nos comentários! E aguarde os próximos posts do assunto!

Até! ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *