Chamas Gêmeas (Parte 6: A Falsa Chama Gêmea)

Na busca pelo nosso par ideal, o mais alto Complemento Divino, é comum nos depararmos com a Chama Gêmea Falsa. ‘Falsa’ é até um termo pesado, sabe? Pois, por mais que seja doloroso, a falsa Chama Gêmea passa pela nossa vida justamente para nos oferecer aprendizado, quitar débitos cármicos (pendências de vidas passadas) e, especialmente, nos preparar para o encontro e a convivência com nossa Chama Gêmea verdadeira.

Continue reading

Cavalo de Fogo

No dia 13 de setembro de 1986, estreou, inicialmente pela rede americana CBS, o desenho animado “Cavalo de Fogo”!! É, faz 31 anos já que essa arte veio aos olhos do público! Dos criadores Willian Hanna e Joseph Barbera, o desenho chegou depois ao Brasil, fazendo grande sucesso na época. Quem foi criança nos anos 90 lembra bem!! E até hoje canta a música da abertura!!

Continue reading

Voz da Centelha

Já teve a sensação de sentir saudades de algum lugar, época, sem nunca ter estado nesse local ou tempo? Quando eu produzi a série “Espetáculo da Vida Pós-Moderna”, eu estava assim. Ficava observando o mundo, vendo as transformações, lendo os tempos e os amores líquidos (Bauman), analisando os matizes, ouvindo as notas musicais da sociedade… E vi que as cores estavam se perdendo. Havia nuances diferentes na pintura do mundo, e elementos audíveis dissonantes nessa composição. Uma pequena confusão no nosso cenário.

Continue reading

Deserto

O Deserto tem seus encantos. É quente, e, ao mesmo tempo, tem uma paisagem tranquila, que passa a ideia de calmaria. Isso é muito intrigante. As cores quentes nos transmitem ação, rapidez, agilidade. Mas, no horizonte desértico, essas cores tornam-se amenas. O Sol e as nuances amarelo-alaranjadas do céu, acabam meio que ‘falando’ assim: “É tempo de agir, de ir à luta, mas com calma, com sabedoria e com tempo pra refletir”.

Continue reading

Releitura

Releituras são bem interessantes. Elas dão a oportunidade para um artista ou estudante aprender a manusear materiais de pintura, aprender sobre o estilo de um artista específico, ou mesmo obter um ensinamento sobre o traçado e o volume da figura humana ou alguma outra forma sob o ponto de vista ‘não original’. Pode-se também, pela releitura, formar-se uma opinião contrária à ideia que o artista havia programado, gerando reflexões intensas e prazerosas de se discutirem. E releituras podem não ocorrer apenas nas artes, mas em qualquer situação da vida.

Releitura de “Descanso do Tropeiro”
Camila Lagoeiro| 20x30cm | Guache sobre tela | 2004

Essa é uma releitura da pintura “Descanso do Tropeiro”, de Carlos de Servi. Primeira pintura voltada para o estilo realista que reproduzi, numa época onde eu nem sabia que seria possível produzir assim; apenas sentia que daria certo. Sempre tive a intuição muito aflorada pra pintura e para o desenho, então, valorizo muito isso: o que eu sinto, eu vou atrás.

Eu tinha 16 anos, e ainda não havia estudado nenhum tipo de pintura de anatomia humana. Meu estilo estava se formando, por mim mesma. Aprendi a pintar sozinha, e essa releitura é bastante significativa. A energia que coloquei nela, é a de que “tudo é possível quando se sente”, quando se relaxa… quando se faz como o tropeiro da pintura: para um pouco, descansa e apenas observa o horizonte. Espera o que ele trará. E não é preguiça não, é saber respeitar o tempo das coisas, meditar em meio ao caos. Parar para refletir, refazer alguma coisa já feita, e aprender com alguma experiência vivida.

E na releitura é assim: aprende-se com a experiência de alguém experiente. Tipo um irmão mais velho te ensinando. É respeitar o momento, reconhecer que é hora de recriar o que já existe e aprender com um mestre. Ou, apenas é o ensejo de comunicar uma ideia já comunicada, mas de modo diferente, contemporâneo, lúdico… Reler é viver sem pressão.

Até! ^^

Chamas Gêmeas (Parte 5: As Provas!)

Os encontros entre complementos divinos passam por provas. Mas, muitas vezes, essas provas parecem suaves e imperceptíveis. Outras já são nível hard!

As Chamas Gêmeas são mais do que Almas Gêmeas pois, como dito nos posts anteriores da série, temos mais de uma alma gêmea, – que têm muitas afinidades, mas, não tanto quanto as Chamas Gêmeas, únicas para cada ser humano, pares ideais mais perfeitos.

Continue reading